ESTE VAI SER UM ESPAÇO DE LAZER E DE BEM ESTAR... ESPERO QUE AO ABRIREM ESTE BLOG DE SINTAM BEM E O VISITEM MUITAS VEZES!

Quinta-feira, 8 de Março de 2007
S.JOÃO DE DEUS

 

São João de Deus

Nasceu em 8 de março de 1495 em Monteoro Novo, Evora, Portugal. Ele foi criado trabalhando como um pastor de ovelhas e teve uma juventude bem selvagem na Europa como soldado e mercenário. Teve também alguns períodos de insanidade .Quando tinha 40 anos ele teria tido uma visão e sentiu grande remorso pelo que tinha sido como soldado. Deixou o exército e alugou uma casa em Granada, na Espanha e começou a cuidar dos doentes, pobres, dos sem casa e dos abandonados.

Como pastor teve imenso tempo para meditar sobre o que Deus quereria da sua vida. Quando decidiu, aos trinta e oito anos, que deveria ir para África para resgatar cristãos cativos, deixou tudo para trás e dirigiu-se ao porto de Gibraltar. Estando na doca à espera do seu navio, encontrou uma família visivelmente triste e desgostosa. Tendo descoberto que eram uma família nobre que partia para o exílio em África devido a intrigas políticas, abandonou o seu plano original e voluntariou-se como seu servo. A família adoeceu, quando chegou ao exílio, e João manteve-os, não só cuidando da sua doença, mas também ganhando dinheiro para a sua alimentação. O seu trabalho na construção de fortificações era castigado e desumano, sendo os trabalhadores espancados e maltratados por pessoas que se auto-intitulavam de católicos. Vendo cristãos a agir desta forma tão inquietante, João viu a sua fé abalada. Um padre aconselhou-o a não acusar a Igreja pelos seus atos e a partir para Espanha imediatamente. João regressou – mas apenas após ter a certeza de que a sua família de adopção recebera o perdão.
Em Espanha passou os seus dias carregando navios e as suas noites visitando igrejas e lendo livros espirituais. A leitura deu-lhe tamanho prazer, que decidiu dever partilhar essa alegria com os outros. Deixou o seu trabalho e tornou-se vendedor ambulante de livros, viajando de vila em vila vendendo livros e postais religiosos. Teve uma visão, aos quarenta e um anos, que o levou a Granada onde vendeu livros numa pequena loja. (Por isso é o santo padroeiro dos livreiros e tipógrafos).

Ele deu o que tinha, pediu o que não tinha e carregava os que não podiam se mover para o seu mini-hospital e converteu vários pacientes e aqueles que viam o seu trabalho. João fundou a Ordem de Caridade hoje chamada Ordem dos Hospitaleiros de São João de Deus. Amigo de São João de Ávila seu lema era: " Trabalhe sem parar. Faça tudo de bom que possa, enquanto você ainda tem tempo. "

No entanto, o seu desejo impulsivo de ajudar salvou muita gente numa certa emergência. Soou o alarme de que o Hospital Real estava a arder. Tendo largado tudo para se dirigir ao local, constatou que a multidão apenas estava a assistir ao hospital – e seus doentes – a serem consumidos pelas chamas. Correu para o edifício em chamas e carregou ou ajudou os doentes a sair. Quando todos os doentes estavam a salvo, começou a atirar cobertores, lençóis e colchões pelas janelas – quão bem sabia, pelo seu difícil trabalho, como eram importantes estes objetos. Nesse momento, foi trazido um canhão para destruir a parte em chamas do edifício de modo a salvar o resto. João pediu-lhes que parassem, subiu ao telhado, tendo separado com um machado a parte em chamas. Conseguiu, mas acabou por cair do telhado em chamas. Todos pensaram que teriam perdido o seu herói, até que João de Deus apareceu miraculosamente de entre o fumo.

Por esta razão, João de Deus é tambem o Santo Padroeiro dos bombeiros.

Teve visões e períodos de êxtases e a ele são creditados vários milagres de curar alguns dos doentes dos quais tratava apenas com sua orações e bênçãos Diz a tradição que em uma de seus êxtases recebeu a coroa de espinhos na testa e teria tido varias visões da Virgem Maria, uma delas mostrando um rosário e uma coroa de espinhos.

Faleceu em 8 de março de 1550 em Granada, Espanha enquanto estava orando ante um crucifixo na capela de seu hospital, de uma doença contraída enquanto salvada uma criança de morrer afogada na enchente do rio Ximel.

Foi canonizado em 1690

O Papa Leão XIII em 1886 o declarou padroeiro dos hospitais e doentes junto com São Camilo de Lellis.

Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado: 1) como um monge com longa barba, com uma corda no pescoço, e com uma cesta; ou 2) uma coroa de espinhos trazida pela Virgem; ou 3) com um crucifixo e o rosário; ou 4) com uma cruz e 5) carregando pessoas doentes e 6)com um pedinte a seus pés.

Ele é especialmente venerado em Granada, Espanha
Sua festa é celebrada no dia 8 de março



publicado por KRIS às 22:47
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
AWARDS



AWARD

:: LINK-ME ::


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics




=LINK-ME= =LINK-ME= href="http://cristaisdegelo.blogs.sapo.pt" target="_blank">
=LEVA-ME=

RELOGIO

CURSOR

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
pesquisar
 
calendário
contador
online Free Hit Counter
Free Hit Counter
links
tags

todas as tags

posts recentes

S.JOÃO DE DEUS

arquivos

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Junho 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

blogs SAPO